Wednesday, October 7, 2009

inspire me! with tea break








Segundo a história, o chá surgiu de um pequeno "acidente" na China quando algumas folhas aromáticas caíram dentro da xícara de água quente do imperador Shen Nung. Acho que algumas pessoas não fazem idéia de quão antiga esta tradição é: 2737 A.C.

Já pelo ano 400 D.C. a busca por chás medicinais aumentou consideravelmente e o cultivo começou a fazer parte dessa demanda. Aos poucos a mistura do chá com outros aromas como pimenta, laranja e gengibre deram início a variedade de sabores que você conhece hoje em dia.

Teoricamente, os turcos foram os primeiros a barganhar o novo produto. Alguns bons anos depois, os religiosos japoneses que estudavam na China começaram a distribuir as sementes pelo seu país e em pouco tempo, se tornou parte da cultura local. A famosa cerimônia oriental do chá tomou forma e foi abraçada pelos imperadores, elevando-se ao nível de arte ou quase religioso.

Somente no ano de 1589, alguns estudiosos europeus tiveram contato a partir de pesquisas sobre a cultura oriental. Ingleses? Não não, o primeiro a mencionar o assunto foi um holandês chamado Jan Hugo. E lá pelo fim de 1500 o assunto foi reforçado quando alguns padres portugueses em missão na China provaram o chá e relataram sobre seus poderes medicinais.

Passando por alemães, russos, portugueses e holandeses, ele finalmente chegou em Londres em 1657. O primeiro chá foi vendido em um café chamado Garway's Coffee House como bebida medicinal.

E acredite, na época isso se tornou tão chique que o consumo de álcool foi abaixo, imagina só!

Quando em 1664 a colônia britânica tomou posse da então chamada New Amsterdam e batizou-a de New York, o chá finalmente chegou na América.

Em 1706, Thomas Twining começou a servir chá em sua loja de Londres. Isso te lembra alguma coisa? Sim! Uma famosa marca de chá! :D

Em 1856 ele começou a ser plantado em Darjeeling, na Índia. Obviamente estou pulando trocentos acontecimentos relevantes e acredito que dentro das culturas tribais e indígenas o consumo do chá possa ter acontecido de outra forma, antes ou depois, quem sabe né. Em 1898 um tal de Thomas Lipton também se interessou pelo produto e criou a sua própria marca.

E resumindo, assim...BEM resumido, é isso! Mas se quiser ler a história mais completa, google it ;)

E agora você me pergunta, porque isso tudo? Mas não é óbvio?
E sabe porque eu amo chá? Por causa da sua associação com as coisas boas da vida.

Toda a estética criada em cima do hábito e os próprios hábitos criados a partir da estética e do meio social em que ele foi absorvido, resultaram no que vocês podem ver pelo menos um pouco nessas imagens.

Servido?

digital soap brings fun to your bath




Aproveitando o assunto do post anterior, aqui estão mais motivos para os geeks serem felizes. I must say, this is pretty cool. Wish I had all of them. Sabonetes para todos os gostos e consoles e jogos clássicos. Ai, adoro.

geek handmade by lost mitten





A Lost Mitten é uma lojinha online do Canadá que vende artesanato geek! Tem coisa mais fofa?

Sunday, October 4, 2009

warm up your winter





Tem algo que combine mais com o friozinho que anda fazendo do que uma chaleira de cachecol? Onnn! Meh wantz. Todas estas fofuras são da Lama Store.

made for pantone lovers





Quem costuma trabalhar com a escala PANTONE® ou já está familiarizado sobre o que se trata, vai gostar destas peças inspiradas na marca. Acho divertido consultar as minhas canecas na hora de fazer um layout. É toda uma nova maneira de trabalhar! Imagina cada parte colorida da casa com seu respectivo número da escala? Haha. Ok, é demais já. Bom, pra quem nunca ouviu falar dá uma olhada no site ou simplesmente curta a variedade de cores que um objeto pode ter :)


As latas são um projeto conceitual do designer NICO189 e o resto veio do site Graham and Green.
Blog Widget by LinkWithin